Desenvolvimento Econômico | 09/11/2021

NEGÓCIOS - Distrito Turístico Serra Azul, que reúne Louveira, Jundiaí, Vinhedo e Itupeva, será lançado dia 29 de novembro

Objetivo principal é atrair investimentos no setor de turismo e lazer e consolidar a região como um dos principais polos de visitação da América do Sul

O Distrito Turístico Serra Azul, que vai reunir os municípios de Louveira, Jundiaí, Vinhedo e Itupeva, será oficialmente lançado no próximo dia 29 de novembro (uma segunda-feira) em um evento no Parque Aquático Wet’n Wild. A data foi anunciada pelo Governo do Estado de São Paulo, que coordena o projeto.

Os prefeitos das quatro cidades se reuniram na última segunda-feira (8), por videoconferência, para discutir os últimos detalhes de preparação do encontro, que está sendo organizado pelas quatro prefeituras, em parceria com a Secretaria de Turismo e Viagens do Estado de São Paulo.

Na reunião, ficou estabelecido que a solenidade vai seguir as regras sanitárias estabelecidas pelo Estado para o controle da pandemia, o que inclui a obrigatoriedade do uso de máscaras e a necessidade de apresentação de comprovante de vacinação (ou teste negativo de covid-19).

O projeto cria o segundo Distrito Turístico do Estado de São Paulo e prevê que ele seja instalado com empresas e empreendimentos do setor em uma área com 41 quilômetros quadrados que engloba trechos dos quatro municípios em torno de onde estão hoje o Hopi Hari, o Wet’n Wild e o Complexo Serra Azul, às margens da Rodovia dos Bandeirantes.

O principal objetivo da criação do distrito Serra Azul é atrair investimentos no setor de turismo e lazer e consolidar a região como um dos principais polos de visitação da América do Sul.

O projeto aproveita o potencial de atração já disponível e prevê a ampliação dessa estrutura, com estimativa de investimentos privados que podem chegar a R$ 10 bilhões em cinco anos – segundo previsão do Governo do Estado.

Para o prefeito de Louveira, Estanislau Steck, a criação do Distrito será mais uma ferramenta que vai auxiliar a consolidar a vocação do Município para atrair visitantes. “Temos trabalhado no sentido de mapear, estruturar e ampliar nossas atrações e capacitar a rede de atendimento para receber cada vez melhor os visitantes. A criação do distrito une as quatro cidades nessa mesma missão e vai fortalecer a região como um polo turístico de destaque nacional e até internacional, criando um ambiente para a geração de novos empregos e novos negócios”, disse.

O primeiro distrito foi lançado em setembro na cidade de Olímpia, que fica entre Barretos e São José do Rio Preto e abriga um parque aquático que tem atraído visitantes de todo o Brasil.

“A criação do Distrito Turístico traz um resultado prático, um salto nas oportunidades sob o ponto de vista de financiamentos nas esferas estadual, federal e internacional. Não é apenas uma nova nomenclatura, facilita a vida dos empreendedores privados e dos gestores públicos, mudando a história turística da cidade e da região”, afirmou o governador João Doria durante a solenidade em Olímpia, em setembro.

Localização

O local do Distrito Serra Azul é considerado estratégico pela localização privilegiada. Fica dentro de uma das regiões mais desenvolvidas do Brasil, com destaque para o polo tecnológico, logístico e industrial, além de excelente estrutura de transportes e ampla oferta de mão de obra qualificada.

Outra vantagem é a facilidade de acesso rodoviário. Além de estar às margens da Rodovia dos Bandeirantes, o distrito fica perto de algumas das mais importantes rodovias do país, como Anhanguera, Dom Pedro I e Santos Dumont, assim como tem facilidade de acesso a alguns dos maiores aeroportos do País, como Guarulhos e Congonhas, em São Paulo, e Viracopos, em Campinas.

Além disso, o distrito nasce encravado entre dois dos maiores mercados consumidores do Brasil: a Capital e o Interior do Estado de São Paulo. 

Participaram da reunião da última segunda-feira o prefeito de Louveira, Estanislau Steck, o vice-prefeito de Itupeva, Alexandre Mustafa, e os prefeitos de Vinhedo, Dario Pacheco, e de Jundiaí, Luiz Fernando Machado, além de representantes dos departamentos de Turismo e da iniciativa privada dos municípios, o presidente do Wet’n Wild, Alain Baldacci, e o representante do complexo Serra Azul, Cesar Federmann.