Desenvolvimento Econômico | 16/08/2023

Louveira busca parceria do Estado para projetos em Infraestrutura e Habitação

Com foco no desenvolvimento de Louveira, os gestores municipais têm buscado parcerias para viabilizar novos projetos. Nesta semana, o Vice-Prefeito, Ricardo Barbosa, e o Secretário de Desenvolvimento Econômico, Pedro Geraldo de Campos Neto, a pedido do prefeito Estanislau Steck que está em Brasília, estiveram em reunião com o Secretário-chefe da Casa Civil do Estado de São Paulo, Arthur Lima. Na pauta, o Anel Viário, cujo projeto promete realizar uma transformação na infraestrutura da cidade e na dinâmica da Mobilidade Urbana. Também esteve junto à reunião o Deputado Estadual, Alex Madureira.

Além do Anel Viário, os gestores também formularam pedido para inclusão de Louveira no Programa Casa Paulista, por meio do qual o Governo do Estado subsidia o acesso à moradia para a população de baixa renda.

“Tratamos junto ao Estado de dois temas fundamentais para a população de Louveira, por determinação do prefeito Estanislau Steck. Temos trabalhado neste sentido; na área da habitação, por exemplo, temos projetos já em execução, que é o Residencial Tabarana, com 400 apartamentos para famílias cadastradas, e que é um marco na história da cidade; temos ainda vários processos de regularização fundiária que vem sendo formalizados. E na infraestrutura, temos este projeto do Anel Viário, que é uma necessidade, mas que necessita também de recursos do Estado. São demandas exigentes para que Louveira continue crescendo e se desenvolvendo de forma dinâmica”, disse o Vice-Prefeito, Ricardo Barbosa.

Segundo o Secretário de Desenvolvimento Econômico, Pedro Geraldo de Campos Neto, a busca por parcerias é uma ação estratégica para a implementação de grandes projetos públicos. “Louveira vem caminhando a passos largos no que diz respeito ao desenvolvimento, e projetos como o anel Viário são essenciais para que a mobilidade urbana possa seguir de forma ordenada e impactar positivamente no crescimento da cidade, na vinda de novas empresas, e, consequentemente, na geração de emprego e renda. E a habitação também tem sido uma das prioridades da gestão, e o Governo do Estado pode ser parceiro nesta demanda”, ressalta o Secretário Pedro.