Desenvolvimento Econômico | 22/05/2013

Agricultores batem recorde de participação na exposição de Frutas Selecionadas da 46ª Festa da Uva

Foto: Zinas/PML

A 46ª Festa da Uva e 3ª ExpoCaqui de Louveira ainda não terminou mas já apresenta um recorde! Trata-se da participação dos produtores rurais de Louveira e Região que encantaram os visitantes com uma concorridíssima Exposição de Frutas Selecionadas. De acordo com a Coordenação Agrícola do Evento, nessas duas primeiras semanas, o número de itens expostos passou de 550 e como ainda falta um final de semana, certamente superará o recorde de 602 itens obtido no ano de 2004. Alem da quantidade, o que chama a atenção é a qualidade das frutas expostas, em especial as Uvas e os Caquis. Esse fato reforça a teoria de que a época escolhida para realização da Festa da Uva de Louveira é muito adequada do ponto de vista agronômico, uma vez que coincide com o pico da segunda safra da Uva Niagara e com o final da safra do caqui na nossa Região.

De acordo com o Diretor de Agricultura da Prefeitura de Louveira, Daniel Miqueletto, a evolução das técnicas de cultivo fizeram com que o pico das safras da uva na região mudassem dos meses de janeiro/fevereiro para os meses de dezembro, janeiro e maio. “No Circuito das Frutas temos colheita de Uva Niagara desde o final de novembro até o mês de julho, mas os grandes picos de produção ocorrem em dezembro e em maio. Diferente do que ocorria antigamente o mês de fevereiro, por exemplo, tem uma produção de uva quase inexpressiva aqui em Louveira”, conclui Miqueletto. Outro fato que chama a atenção é a doçura das uvas Niagara que nessa época de estiagem estão atingindo valores próximos a 20 graus Brix, número excepcional para essa variedade de uva que normalmente é comercializada num patamar de 15 graus Brix.

Em relação ao Leilão de Frutas Premiadas o grande destaque foi o lote composto pelo Primeiro Prêmio da Uva Niagara Rosada Apresentação, do produtor José Moisés Pagotto, e pelo Segundo Prêmio da Uva Niagara Branca Apresentação, do Produtor Irvando Getúlio Pagotti. O lote foi arrematado pelo Sr Fernandinho do Bar pelo valor de R$ 950,00.