Saúde | 12/11/2015

Sem repasse de doses, Louveira adia campanha de vacinação contra a raiva

Um grande número de cidades da região adiou a campanha de vacinação contra a raiva animal deste ano devido a falta de repasse das doses pelo Ministério da Saúde. A justificativa é que o órgão do Governo Federal priorizou estados com maior incidência da doença ou que fazem fronteira com outros países.

Em Louveira, o planejamento da vacinação costuma ser realizado entre setembro e novembro, com o objetivo de vacinar cerca de 6 mil animais, entre cães e gatos, mas a Vigilância Sanitária precisou rever o cronograma após recomendação do Ministério.

 

Segundo informações do órgão municipal, a campanha foi postergada para agosto de 2016. "O adiamento não é opção do município, e a data será decidida pelo Comitê Regional da Raiva após diversos estudos referentes à logística e conservação da vacina", acrescenta a Visa .


Apesar da falta de repasses, o município ainda dispõe de um número reduzido de doses em estoque no Centro de Controle de Zoonoses. Os interessados em vacinar seus animais contra a doença podem encaminhá-los até o local de segunda ou quinta-feira, das 8h às 11h ou das 13h às 16h.