Governo | 11/03/2013

Representantes do Senac apresentam Plano de Desenvolvimento Local ao prefeito de Louveira

João / PML

O prefeito de Louveira, Junior Finamore, recebeu na noite da última quinta-feira (7 de março) representantes do Senac (Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial) em seu Gabinete. O encontro foi realizado para apresentação da proposta de implantação do Programa de Desenvolvimento Local, já realizado pela instituição em outras cidades e que objetiva induzir o desenvolvimento em comunidades de baixa renda, por meio de uma metodologia com foco na formação e instrumentalização do capital social dessas comunidades. Também participaram da reunião o secretário de Governo, Helio Braz, o secretário municipal de Assistência Social, Rogério Nóbrega e o chefe de Planejamento Estratégico, Vlamir Sartori.

“Os membros do Senac explicaram o funcionamento do projeto, que visa o envolvimento da população das comunidades na construção de propostas para o desenvolvimento da região”, disse o prefeito Junior Finamore. “Além de desenvolver a região economicamente, o programa tem como foco o desenvolvimento da cidadania. Porém, é necessário avaliarmos ainda a possibilidade de empregá-lo na cidade”, ponderou.

Para o secretário municipal de Assistência Social, o ponto alto do projeto também é a participação popular em conjunto dos atores sociais, “que diagnosticam e elaboram soluções para problemas cotidianos e estruturais da comunidade”. “É um projeto que envolve articulação de atores sociais na criação da governança local, elaborando propostas e planejamento para um período que pode ter maior ou menor duração, a partir de um diagnóstico participativo”, avaliou o secretário.

 

Como funciona

De acordo com o SENAC, o desenvolvimento do projeto deve ser planejado de forma coletiva e integrado entre todos os setores da sociedade. Para iniciar esse processo, é preciso investir em capital social, por meio da formação de redes fortes e coesas. São trabalhadas várias etapas, iniciando-se com as oficinas de desenho de cenários, culminando com o plano de desenvolvimento de ações, cursos e projetos específicos.

Em um dos casos de sucesso do programa, na Vila Ana, em Jundiaí, a falta de capacitação profissional foi apontada como uma importante barreira na busca por uma colocação no mercado de trabalho dos moradores. Neste caso, foram oferecidos cursos profissionalizantes e a realização de palestras e oficinas do Senac para auxiliar na busca por um novo emprego. Foi diagnosticada e mapeada a necessidade da formação de profissionais capacitados para suprir  demandas locais específicas. Deste modo, a comunidade se torna cada vez mais autossustentável e protagonista do seu próprio desenvolvimento.

 

Resultados

O Programa é desenvolvido em vários municípios do Estado de São Paulo. Grande parte definiu a visão de futuro e trabalha em diagnósticos participativos para identificar o mapa dos ativos e das necessidades locais, com os seus cenários peculiares e próprias sugestões de melhorias. O resultado pretendido é a mudança do modelo mental e a construção de uma cultura colaborativa, onde os princípios de horizontalidade, democracia, transparência e cooperação sejam evidentes e onde o protagonista da mudança é cada cidadão.

João / PML