Cultura & Eventos | 26/10/2023

Louveira recebe Circuito Sesc de Artes 2023 neste sábado (28) a partir das 14h

Evento tem programação extensa e acontece na Estação Ferroviária

A Prefeitura de Louveira, por meio da Secretaria de Cultura e Eventos, apoia a realização do “Circuito Sesc de Artes 2023”, que acontecerá neste sábado (28) na Estação Ferroviária, das 14h até 18h. O evento é organizado pelo Sesc Jundiaí e fortalece a economia criativa, o turismo e amplia a presença do Sesc em municípios onde não existem unidades permanentes da instituição, reforçando a sua contribuição por meio de ações com caráter educativo e sociocultural.  

Confira abaixo a programação do Circuito Sesc de Artes 2023:

VIVÊNCIA/OFICINA

Insetos Gigantes em Madeira
Atividade "Insetos Gigantes em Madeira” (Arte no Quintal, SP)

Concebido pela arte-educadora Danny Leite, o projeto inédito combina educação ambiental e um grande jogo de encaixe. Na primeira parte da atividade, por meio de uma série de caixinhas com insetos, as crianças conhecem o ciclo de metamorfose da borboleta e aprendem sobre a polinização e outros papéis importantes que os bichinhos desempenham na natureza. Depois, participam do quebra-cabeça com peças de madeira para produzir cinco figuras gigantes, como formiga, besouro e joaninha.  
 
CINEMA

Cinema em realidade virtual: Amazônia Viva 
Dentro de CINEMA, o destaque é o Cinema em realidade virtual: Amazônia Viva (Dir: Estevão Ciavatta, Brasil, 2022, 10 min).

Usando óculos e fones de ouvido especiais para experiências de realidade virtual, o público é transportado para a região do rio Tapajós e viaja ao coração da floresta no filme “Amazônia viva”. No filme, a líder indígena Raquel Tupinambá, da comunidade Surucuá, conduz a narrativa que ajuda a conscientizar sobre a importância do local e de sua preservação. Em 2023, a obra levou o prêmio de Melhor Filme de Realidade Virtual 360° no Barcelona Planet Film Festival.   

LITERATURA

Contos e Cantos com os Kariris-Xocós
Em literatura, brincando com os Kariris-Xocós (Grupo Kariri-Xocó (AL/SE).

O encontro convida a embarcar em um mundo desconhecido e interessante que mostra o dia a dia dos kariri-xocó, povo historicamente originário de Alagoas. Contos, cantos e poesias de autores indígenas ganham vida de forma teatralizada ou em números de música e dança. Sem abandonar a abordagem dos problemas que afligem as comunidades atualmente, a atividade tem uma irreverência bem-humorada que confere leveza e alegria ao cotidiano retratado nas obras literárias. 
 
MÚSICA  

Discotecagem com DJ Simoníssima
A programação de MÚSICA apresenta DJ Simoníssima (SP).

Ritmos brasileiros como samba, coco, carimbó, lambada, frevo e baião integram uma seleção musical dançante que representa diversas partes do país, com descobertas surpreendentes e velhos sucessos em nova roupagem. Educadora e pesquisadora, Simoníssima também assina trilhas sonoras de espetáculos, exposições, cinema e TV. Entre outros artistas, já dividiu o palco com Anelis Assumpção, Letrux, Vanessa da Mata, Orquestra Contemporânea de Olinda, Robertinho de Recife, Beto Barbosa e Saulo Duarte.  
 
MÚSICA 

Pastoras do Rosário 
Outro destaque musical são as Pastoras do Rosário (SP).

Formado por oito mulheres pretas e idosas, o grupo coral Pastoras do Rosário surgiu em torno da comunidade da Igreja de Nossa Senhora do Rosário dos Homens Pretos da Penha de França, território ancestral tombado pelo governo e pelo município de São Paulo. Inspiradas pelo baobá, árvore de sustentação e resistência, elas usam as vozes maduras e melodiosas para mostrar um repertório com sambas das décadas de 1990 e 2000. 
 
TEATRO 

Teatro de Bonecos com Pia Fraus
Já no Teatro o destaque fica por conta dos Gigantes modernistas, da Pia Fraus (SP).

Com grandes bonecos divertidos, estruturas infláveis e passos de dança, elementos presentes em vários de seus espetáculos, a companhia Pia Fraus apresenta importantes obras e artistas do movimento modernista brasileiro. Em cena, cinco atores utilizam diferentes técnicas para manipular os bonecões e falar de Tarsila do Amaral, Di Cavalcanti e Anita Malfatti, entre os pintores, e de músicos como Pixinguinha e Chiquinha Gonzaga.