Cultura & Eventos | 20/08/2021

GATO DE BOTAS - Peça infantil é destaque com duas sessões na retomada de espetáculos presenciais em Louveira

Peça da Sia Santa levou 200 pessoas ao Salão de Eventos da Secretaria de Culltura nesta quinta-feira; exibição seguiu todos os protocolos de saúde

A Secretaria de Cultura e Eventos retomou a realização de espetáculos presenciais nesta quinta-feira (19) com ocupação de 100% dos lugares disponibilizados para as duas sessões gratuitas do espetáculo infantil “O Gato de Botas”, do grupo teatral Sia Santa, de Campinas.
 
Ao todo, 200 pessoas acompanharam as exibições, que foram programadas para celebrar do Dia Nacional do Artista de Teatro no Salão de Eventos da secretaria, às 16h e às 19h. 
 
A sala para as apresentações teve a quantidade de pessoas reduzidas, com permissão para apenas 100 espectadores. Todos os protocolos de segurança para a prevenção da covid-19 foram adotados durante as apresentações.
 
O uso de máscara foi obrigatório e as cadeiras foram dispostas com espaçamento, inclusive com uma distância segura do próprio palco. Os únicos sem máscaras foram os atores, que realizaram testes para a covid-19 antes do espetáculo.
 
A peça
 
A peça conta a história de um gato que, ao calçar um par de botas mágicas, muda a sorte e o destino de seu amo, um rapaz pobre e solitário. Com sua astúcia e ousadia felinas, o gato conquista a confiança e admiração do rei, derrota o terrível feiticeiro e devolve ao seu dono o castelo, antes furtado de seu avô pelo gigante malvado. Diante disso, os gatos questionam: será que só os cães podem ser chamados de melhores amigos do homem?
 
O ator Lucas Matheus, de 25 anos, que interpretou o Gato de Botas, disse, antes da apresentação, que o retorno dos espetáculos, ainda mais em uma data especial, é motivo de alegria. “O frio na barriga é grande e a expectativa é bem alta. É uma alegria gigantesca estar aqui se apresentando depois de quase 1 ano e 6 meses sem espetáculo presencial”, afirmou. O grupo estava parado por conta da pandemia desde março de 2020. "A essência do teatro é a reação imediata do público e a proximidade com os atores. Desde o inicio da pandemia, atores e platéia não sabiam mais o que era a sensação de ver as emoções um do outro ali, ao vivo, até ontem."
 
“Eu estou muito feliz e emocionada com a retomada do teatro, o meu filho, por exemplo, verá as duas sessões do espetáculo”, disse Flávia Felix, moradora de Louveira, que levou o pequeno Vitório, de 4 anos, para ver as apresentações.