Saúde | 29/01/2021

Estado mantém restrições no comércio à noite e nos finais de semana em Louveira

Município segue com classificação mista entre Fase Laranja, de segunda a sexta-feira, e vermelha aos sábados e domingos

O Governo do Estado anunciou nesta sexta-feira (29) que Louveira permanece na mesma classificação mista do Plano São Paulo de combate à pandemia do coronavírus: na Fase Laranja durante a semana, até 20h, e na Fase Vermelha nos finais de semana. A classificação é a mesma para todas as cidades da região e entrou em vigor na última segunda-feira (25).

Com isso, estabelecimentos de comércio e serviços continuam podendo funcionar até as 20h de segunda a sexta-feira. Após esse horário e nos finais de semana (sábados e domingos), apenas estabelecimentos essenciais poderão abrir para atendimento presencial.

Entre os serviços essenciais que podem abrir nos finais de semana estão:

-Farmácias

-Mercados

-Padarias

-Açougues

-Postos de combustíveis

-Lavanderias

-Meios de transporte coletivo, como ônibus, trens e metrô

-Transportadoras, oficinas de veículos

-Atividades religiosas

-Hotéis, pousadas e outros serviços de hotelaria

-Bancos

-Pet shops

As medidas reforçadas nesta sexta-feira vão vigorar até o dia 7 de fevereiro. Até lá, nenhuma região poderá avançar às fases Amarela e Verde, as mais flexíveis em relação ao atendimento presencial.

Segundo o Estado, a pandemia ainda está em um patamar elevado e considerado de alto risco. As pessoas devem manter o uso de máscara, evitar aglomerações e seguir os protocolos de higienização.

A fase vermelha só permite funcionamento normal de serviços como farmácias, mercados, padarias, lojas de conveniência, bancas de jornal, postos de combustíveis, lavanderias e hotelaria. Já comércios e serviços não essenciais só podem atender em esquema de retirada na porta, drive-thru e entregas por telefone ou aplicativos.

Na etapa laranja, academias, salões de beleza, restaurantes, cinemas, teatros, shoppings, concessionárias, escritórios e parques estaduais podem funcionar por até oito horas diárias, com atendimento presencial limitado a 40% da capacidade e encerramento às 20h. O consumo local em bares está totalmente proibido.

A venda de bebidas alcoólicas no comércio varejista só pode ocorrer entre 6h e 20h. Somente a partir da fase verde, a mais branda, é que essa comercialização poderá voltar a ser feita sem restrições.

Prefeituras que se recusarem a seguir as normas estabelecidas pelo Governo do Estado ficam sujeitas a sanções judiciais.

Louveira já confirmou 1.614 casos de covid-19. Desse total, 1.543 se curaram, 3 estão internados e 39 se encontram em isolamento e se recuperando em suas casas. Outras 29 pessoas morreram da doença.

 

Informações

A Secretaria de Saúde de Louveira disponibiliza um telefone para tirar dúvidas de comerciantes e moradores da cidade sobre o que pode e o que não pode abrir durante a fase atual do controle das atividades comerciais do Plano São Paulo de combate à pandemia do coronavírus. O atendimento é feito pelo telefone da Vigilância: (19) 3878-2323, de segunda a sexta-feira, entre 8h e 16h30.

 

Vacina

Louveira já vacinou 510 pessoas contra a covid-19. Foram profissionais da saúde que atuam na linha de frente do combate ao vírus e também idosos do Bom Samaritano. A cidade recebeu 750 doses de vacinas e continua imunizando os profissionais da saúde, que são cerca de mil pessoas.

O Governo do Estado anunciou nesta sexta-feira o início da vacinação de idosos acima de 90 anos para 8 de fevereiro.

O Estado anunciou também vacinar idosos acima de 85 anos a partir do próximo dia 15 de fevereiro.

Louveira deve seguir o calendário. A vacinação, no entanto, ainda depende do envio das doses e de confirmação do cronorama pelo próprio governo estadual.