Geral | 18/03/2021

CRIME - Áudio em redes sociais falando de fechamento de mercados e postos em Louveira é falso

Gravação está sendo investigada pela Polícia Civil; disseminação de fake news é crime

É falso um áudio que circula pelas redes sociais informando que haverá lockdown com fechamento de atividades essenciais a partir da próxima sexta-feira (19) em Louveira.

Na mensagem, que não cita o nome da cidade em nenhum momento, um homem diz que saiu de uma reunião com o prefeito, sem dizer o nome desse prefeito, e que nesse encontro ficou acertado que os supermercados e postos de combustíveis vão fechar a partir de 20h desta sexta-feira e só reabrirão na próxima segunda-feira (22).

O áudio se espalhou rapidamente e ganhou forte repercussão. As pessoas ficaram confusas, o que prejudica a condução do controle da pandemia na cidade.

A disseminação da mensagem tem como objetivo criar pânico e gerar insegurança na população em meio a um dos momentos mais delicados da história recente do Brasil. A pessoa que faz a gravação sugere uma corrida às compras e apela para a compra de alimentação para crianças pequenas.

A Prefeitura de Louveira esclarece que a gravação é um exemplo clássico de fake news.

O Município segue na Fase Emergencial do Plano São Paulo de combate à pandemia do coronavírus, que prevê uma série de restrições a abertura de estabelecimentos de comércio e serviços, mas não há nenhuma determinação de lockdown para fechar supermercados e postos de combustíveis. Os dois tipos de comércio são essenciais e desde o começo da pandemia nunca foram fechados.

A gravação foi encaminhada para a Polícia Civil e já é alvo de investigação, assim como a sua disseminação. Os responsáveis podem responder a processo criminal, já que o envio de fake news é crime.

Os moradores que receberem a mensagem não devem compartilhar. Além disso, a Prefeitura pede que informem a quem enviou que se trata de fake news.

O momento é de se cuidar. Todos devem usar máscaras e evitar aglomerações para colaborar na batalha contra a covid-19.

A Prefeitura orienta que, em casos como esse, que não possuem uma fonte confiável de informação, os moradores consultem o site oficial da Administração Municipal ou entrem em contato com a Secretaria de Saúde em busca de informações que possam comprovar ou não a veracidade da mensagem.

Veja como:

- Vigilância: (19) 3878-2323.

- CSIII - UBS Dra. Lucilene Mosca Melin. Telefone: (19) 3948-5300

- UBS 21 de Março - (19) 3878-0728.

- US Monterrey : (19) 3878-5236.

- US Antônio Carlos dos Santos (PAS): (19) 3848-1062 / 3848-1201.

- UBS Burck (19) 3878-0411.

- UBS Vista Alegre: (19) 3848-4172.