Esporte, Lazer e Juventude | 09/10/2014

Alemanha perde para a Argentina, mas mantém liderança do ‘Bom de Bola’

bom

Apesar da goleada sofrida diante da Argentina no último sábado (4 de outubro), a Alemanha mantém isolada  na liderança do campeonato ‘Bom de Bola, Bom na Escola’, projeto de premissa social que reúne mais de 130 alunos de 10 a 13 anos e visa  conciliar a prática de esportes com as atividades escolares.

Com a vitória por 4 a 1, os ‘hermanos’ de Louveira chegaram a 12 pontos ganhos e encostaram na Alemanha, que lidera com 13. Já Portugal bateu a Espanha por 7 a 6 e continua na terceira posição, com 7 pontos.  O clássico ibérico abriu rodada, que teve também vitória da Alemanha contra Portugal por 4 a 1 e outra goleada da Argentina, por 4 a 0 contra a Espanha.

Neste campeonato de integração, todos os alunos disputam ao menos 15 minutos dos jogos da categoria sub 13 e 10 minutos nos jogos dos meninos do sub 11. As equipes são divididas de maneira dirigida, para que exista equilíbrio técnico.

O projeto

As aulas de futebol são ministradas pelos professores Adalto Miqueletto e Tafarel Moraes, sob a supervisão da Secretaria Municipal de Esportes, as terças e quintas-feiras no Esporte Clube Nova Estrela, e as segundas e quartas-feiras no Clube Atlético Bandeirantes.

Durante essas aulas, as crianças são divididas por faixa etária e, principalmente, os iniciantes participam de atividades lúdicas para que sintam o prazer da prática do futebol. Aos poucos, começam a entender sobre regras, disciplina, hierarquia, trabalho em equipe, respeito, amizade e, sobretudo, o valor do estudo. Além da prática esportiva, visitas à estádios de futebol, Museu do Futebol, entre outros locais que remontam à cultura do esporte, integram a programação do ‘Bom de Bola, Bom na Escola’.  

O desenvolvimento do projeto recebe acompanhamento das secretarias junto às unidades escolares,  que trocam informações sobre o desempenho escolar das crianças, tanto nas notas quanto nas questões de presença em aula e comportamento. 

Revelando jogadores

Além de bons estudantes, o projeto já formou atletas de diversas equipes, como Leonardo, meio-campista do sub 13 do São Paulo; Jorge, goleiro do sub 11 do Paulista; Wellington, meia do sub 15 do Palmeiras; Gabriel Felipe, goleiro do sub 17 do Paulista; entre outros que estão fazendo testes em clubes.