Água e Esgoto | 05/11/2021

ABASTECIMENTO - Louveira instala sensores de alta tecnologia para monitorar qualidade da água distribuída para a população

Aparelho desenvolvido com tecnologia finlandesa pode detectar mais de 80 elementos que podem ser prejudiciais à saúde humana e animal e já está funcionando em dois pontos de captação

A Prefeitura de Louveira está instalando sensores de alta tecnologia para monitorar a qualidade da água oferecida à população na cidade e reduzir os riscos de contaminação. 

O contrato para a instalação dos sensores foi assinado na última quarta-feira pelo prefeito, Estanislau Steck, com a empresa Uros, que utiliza uma tecnologia desenvolvida na Finlândia. Dois sensores já estão em operação nos dois mananciais de captação de água de Louveira: Córrego Fetá e Rio Capivari.

Louveira é o primeiro município brasileiro a utilizar o sistema, que tem capacidade para verificar, em tempo real, a presença de cerca de contaminantes químicos que podem ser prejudiciais para a saúde humana e dos animais.

Os equipamentos utilizam inteligência artificial para detectar o padrão de água captada. Eles geram um alerta em caso de situações fora do normal nas análises. “Os dados de monitoramento são enviados para a Estação de Tratamento de Água (ETA) e são emitidos alertas em caso de alguma anomalia. Desta forma, o sistema permite que, em caso de algum acidente ou lançamento de elemento contaminante nos mananciais, a Prefeitura contenha o problema antes que ele chegue aos consumidores”, afirma Mateus Bento Batista Arantes, secretário de Água e Esgoto.