Administração | 11/03/2016

Louveira passa a usar o pregão eletrônico nas licitações

Louveira dá mais um passo no processo de modernização de sua gestão. Na tarde da última terça-feira, 1, a Prefeitura assinou o decreto Nº 4.425 (página xx desta edição) que regulamenta o uso de pregão eletrônico em licitações do município.

O sistema a ser utilizado é o licitações-e, do Banco do Brasil e deverá reduzir custos e melhorar ainda mais a gestão dos recursos públicos, em benefício da sociedade.

Com a ação, a Prefeitura pretende:

• Reduzir custos. Segundo o site do Banco, em média, os preços das compras e contratações podem ser reduzidos de 20% a 40%, comparando-se com os valores de mercado;
• Propiciar a modernização dos processos licitatórios;
• Imprimir agilidade para a conclusão dos processos licitatórios.
• Desburocratizar os procedimentos necessários para a condução dos processos licitatórios;
• Ampliar as oportunidades de participação, pois dispensa a presença física dos fornecedores interessados;
• Incrementar a competitividade. Mais de 100 mil fornecedores estão habilitados para fornecer produtos e serviços à administração, em qualquer local do País;
• Garantir a transparência exigida dos administradores públicos;
• Permitir a realização de licitações simuladas;
• Combater à formação de cartéis;

Para o Prefeito, o novo sistema é um grande avanço para a municipalidade. “Estamos avançando, com o pregão eletrônico aumentaremos a transparência da gestão e a competitividade nas nossas compras, devendo assim, ocorrer uma diminuição natural de preços.”, afirma Junior Finamore.

Segundo a Secretaria de Administração, os servidores do departamento de licitação passarão por treinamentos e deverão implantar de forma gradativa o sistema. “O pregão eletrônico é uma realidade em nosso país e Louveira não pode ficar para trás. Esse é mais um importante passo para o desenvolvimento e a modernização do município."

Desenvolvido por: Web e Ponto